Paulo Vicente Caleffi

Do azul e do vermelho

Semana passada escrevi no final da crônica: …”e que o Brasil vença a Libertadores”. O Grêmio venceu e foi uma festa.

Na Empresa onde trabalho metade vestiram camisetas azuis e outra metade silenciou. Alguns haviam se manifestado como argentinos de nascença e, com certeza pois os conheço muito bem, eram torcedores do Internacional.

Torci para o Grêmio como também sempre torci para o Inter, para o Caxias, para o Juventude e todos os que representam o Rio Grande do Sul em campeonatos que não envolvam o Clube Esportivo de Bento Gonçalves. O Esportivo é meu time e sou torcedor de fé.

Acontece que nos jogos onde a disputa é com times brasileiros, a imprensa não se refere aos times pelos seus próprios nomes. O que se ouve no boca a boca e muitas vezes a imprensa publica é um termo genérico para todos os times daqui: GAÚCHOS.

“Flamengo empata com os gaúchos”; “Time gaúcho vence a Copa Libertadores da América”; “Os gaúchos jogarão com o Luverdense” e por aí vai. As manchetes da imprensa brasileira nem sempre mencionam se é Inter, Grêmio, Juventude ou Caxias.

Torço para que os GAÚCHOS estejam bem na parada e fico feliz.

Lembro do saudoso tempo em que o meu Esportivo estava na série principal do campeonato gaúcho e quantas vezes procurei nos jornais de outros Estados do Brasil, quando em viagem, o resultado dos jogos. Raramente obtinha a informação pela imprensa local e só um telefonema para o Sul é que me dava a resposta.
Interessante que em todo o recanto brasileiro o Clube Esportivo era conhecido. Todos sabiam que era de Bento Gonçalves, terra da FENAVINHO e dos móveis. Isto tornou nossa cidade famosa.

Muitas pessoas dizem: “Bento Gonçalves? Já estive lá e fiz o passeio da Maria Fumaça”. Outros falam bem do Vale dos Vinhedos e de nossa boa gastronomia. Poucas cidades brasileiras tem tantas referências positivas para serem lembradas.

Agora o Grêmio vai jogar por um título mundial. Vou torcer para um clube que representa o meu Rio Grande do Sul e o meu BRASIL. Que volte campeão pois lá dirão: VENCEU UM TIME BRASILEIRO.

Sobre o autor

Paulo Vicente Caleffi

Paulo Vicente Caleffi

Empresário e cronista do Jornal Semanário.
redacao@jornalsemanario.com.br
www.jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário