Geral

Dia do Consumidor deve movimentar o comércio de Bento

Suellen Krieger
Escrito por Suellen Krieger

Uma data para lembrar os direitos, proteger e conscientizar as pessoas. Foi com esse objetivo que o Dia Mundial do Consumidor foi criado. A data é comemorada anualmente, no dia 15 de março. No Brasil, o consumidor tem seus direitos protegidos pela Lei n° 8.078, que está em vigor desde março de 1991.

Muitos comerciantes aproveitam essa data para fazer promoções, atrair a clientela e fomentar as vendas. De acordo com o Presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Bento Gonçalves (Sindilojas Regional Bento), Daniel Amadio, em 2018 o Brasil apresentou um modesto crescimento no comércio, na ordem de 2,3% em relação ao ano anterior. Especificamente no Rio Grande do Sul o crescimento foi de apenas 2%. “Esperamos um 2019 melhor, pois sentimos que a economia está em recuperação, levando em consideração que não devemos ter greve de caminhoneiros, eleições e Copa do Mundo, que sempre retém um pouco do consumo”, explica Amadio.

Em relação ao Dia Mundial do Consumidor, a principal iniciativa do comércio de Bento está nas ações e iniciativas de regularização para pessoas com restrições de crédito. “É um mês de reforço no qual o papel do comércio e dos consumidores, que amparados pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC) devem saber dos seus direitos e dos seus deveres”, alerta.

Em Bento, o índice de inadimplência é de 15,93%, com base nas 700 empresas sócias do Sindilojas. Pensando nesse público que está negativado, foi criada a campanha “Mês do limpa nome”, uma iniciativa do Procon em parceria com o Sindilojas, possibilitando regularizar a situação dos inadimplentes por meio de taxas de juros mais acessíveis. Quem estiver com o “nome sujo”, deve procurar o Procon e verificar se o estabelecimento onde está devendo aderiu a campanha, caso sim, basta procurar a loja e tentar uma negociação. A campanha encerra no dia 31 de março.

A gerente interina da loja Mundi Calçados, Lenara Janisch, conta que as expectativas para esse ano são boas. “Estamos com tudo preparado para receber nossos clientes, os vendedores também estão cada vez mais preparados, conscientes que um sorriso no rosto e um bom atendimento faz toda diferença”, afirma Lenara.

Karina Prestes Pereira, dona de casa, até o momento não fez muitas compras. “Ainda não vi grandes promoções, acho que os preços ainda vão baixar mais com a chegada do inverno, então eu estou esperando e cuidando”, conta.

O Presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Bento Gonçalves (CDL-BG), Marcos Carbone, também prevê um bom ano para o comércio do município. “As expectativas são de retomada da economia do crescimento do país. O ano de 2018 foi de reinvenção, de cortes de gastos, ano em que o comercio precisou se adaptar ao momento econômico do Brasil. De modo geral os consumidores e os lojistas podem esperar um crescimento positivo”, afirma Carbone.

 

Sobre o autor

Suellen Krieger

Suellen Krieger

Deixe um comentário