Esportes

Descansado, Esportivo encara o Tupi no domingo com desfalques

Da Redação
Escrito por Da Redação

Com problemas por suspensão nos flancos e possibilidade de estreia, Alviazul viaja a Crissiumal para a disputa da 11ª rodada; comissão técnica já projeta as possibilidades de enfrentamento na próxima fase da competição

Após uma semana inteira livre e que foi utilizada, sobretudo, para descanso do grupo de atletas, o Esportivo tem novo desafio como visitante na Divisão de Acesso. O Alviazul encara o Tupi em Crissiumal com a liderança do Grupo B garantida independente do resultado final.

Desde a última partida, contra o União Frederiquense (domingo, 24), até o apito inicial no noroeste gaúcho haverá passado sete dias. O raro período sem compromissos no meio de semana foi aproveitado pela comissão técnica e o plantel bento-gonçalvense.

Segundo o técnico Carlos Moraes, o hiato entre jogos serviu para elaborar melhores treinamentos e atenuar o desgaste físico. “Demos dois dias de descanso, já que o grupo estava precisando. Retomamos na quarta-feira com dois períodos, um na quinta e outro na sexta. É importante porque conseguimos trabalhar coisas mais específicas que normalmente não dá. O tempo de treino, volume e a intensidade são variáveis que não trabalhamos quando tem a semana cheia”, explica. Essa é apenas a segunda vez nesta Divisão de Acesso que ocorre uma semana sem jogos.

Projeção contra o Tupi

Para a disputa da 11ª rodada, o Esportivo terá dois desfalques por conta de suspensão. Os laterais Xaro, esquerdo, e Jackson, direito, estão fora do confronto.

Uma das mudanças necessárias não causará muitas preocupações ao técnico Carlos Moraes, já que Adriano Chuva assume o lado canhoto — o jogador já foi titular ao longo da temporada. Entretanto, para a ala direita, a ausência de Jackson pode ser preocupante. O reserva imediato Rodolfo ainda se recupera de problema muscular e não está liberado para atuar.

Para contornar a situação, há a possibilidade da utilização do jovem Adrian. O destro das categorias de base do clube tem apenas 18 anos. A outra opção seria a utilização do recém-contratado Vinícius Bovi, que estava no Veranópolis e chegou nesta semana ao Parque Esportivo Montanha dos Vinhedos. Nos últimos treinamentos antes do enfrentamento do final de semana ele chegou a atuar entre os titulares e, caso haja condições legais, poderá ser fazer sua estreia no flanco direito.

Se não houver a opção por equipe reserva ou mista — cenário possível em virtude do confronto direto contra o Glória na 12ª rodada —, o Esportivo deve entrar em campo com Jonatas; Cortes, Cleiton e Guillithi; Vinícius Bovi (Adrian), Robert, Nunes e Adriano Chuva; Toni Júnior, Athos e Zulu.

De acordo com Carlos Moraes, uma adaptação ao jogo devido às condições locais deverá ser necessária para a partida contra o Tupi. “Projetamos um jogo difícil, como foi no primeiro turno. É uma equipe difícil de ser batida. As dimensões do campo diminuem e o gramado não favorece a questão técnica, são muitos confrontos físicos e de bola aérea. Precisamos estar preparados para isso”, projeta.

Esportivo e Tupi jogam às 15h30min no Estádio Rubro Negro, em Crissiumal. O Alviazul lidera o Grupo B com 22 pontos, nove a mais que os mandantes do duelo, que ocupam a terceira posição.

Sobre o autor

Da Redação

Da Redação

redacao@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário