Esportes

D’Alessandro passa por Bento e emociona colorados

Guilherme Kalsing
Escrito por Guilherme Kalsing

Onze anos e 455 jogos vestindo a camisa do Internacional, o argentino Andrés Nicolás D’Alessandro, se tornou um ídolo por parte da torcida colorada pelo seu futebol elegante em campo e os inúmeros títulos conquistados ao longo desse período. O meia esteve em Bento Gonçalves na noite de segunda-feira, 5 de agosto, para uma palestra que lotou as dependências da Casa das Artes.

Antes da palestra, D’Alessandro, que trouxe toda sua família para o evento,  teve um rápido contato com a imprensa. Na conversa, lembrou das vezes que passou pela cidade para as pré-temporadas no início do ano. Além disso, comentou sobre sua nova fase, a de palestrante. “Estou me adaptando a isso ainda, já melhorei bastante. É uma forma de ter um outro tipo de contato com o torcedor do Internacional que não seja no dia dos jogos ou no hotel. E aqui, a gente fala de futebol, claro, do nosso clube, das nossas conquistas, mas é a oportunidade das pessoas conhecerem o D’Alessandro além da bola. Quero passar minha história de vida, minha conduta fora de campo, a luta que foi para chegar em alto nível e se manter durante tanto tempo”, enalteceu.

No caminho para a Casa das Artes, o ídolo argentino foi recebido junto com seu filho caçula com festa pelos torcedores da organizada do colorado em Bento Gonçalves. Minutos que emocionaram o jogador, que agradeceu várias vezes o carinho recebido.

Já na palestra que durou quase duas horas, D’Alessandro se mostrou descontraído. Brincou com o público, contou histórias da infância, da chegada ao profissional do River, seleção argentina, a passagem por Alemanha, Inglaterra e Espanha, até a sua negociação para jogar do Inter. Em um dos momentos, quando falou de Gre-Nal, D’Ale levou o público ao delírio. “O clássico aqui é muito grande e me falaram isso antes da minha chegada. Mas de Gre-Nal, eu posso falar com propriedade, afinal de contas. Bom, os números estão aí”, disse.

Ao fim, o capitão colorado falou sobre gestão, liderança, os projetos solidários que pratica e outros aspectos. Foi aplaudido em pé pelo público e ainda permaneceu por quase uma hora para atender a cada pessoa para registrar o momento.

 

 

Sobre o autor

Guilherme Kalsing

Guilherme Kalsing

Deixe um comentário