Geral

Contribuintes em Bento já pagaram mais de R$ 65 milhões em impostos este ano

Ranieri Moriggi
Escrito por Ranieri Moriggi

Todos os municípios do RS são responsáveis por R$ 77 bilhões arrecadados; até o momento, mais de R$ 1,3 trilhão foi pago em impostos em todo o Brasil

Do dia 1º de janeiro a 16 de julho de 2019, os contribuintes em Bento Gonçalves pagaram mais de R$ 65 milhões em impostos, segundo dados da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), que calcula o Impostômetro.

Nos seis primeiros meses do ano, foram arrecadados R$ 60 milhões em impostos, sendo os outros R$ 5 milhões arrecadados somente nos 16 primeiros dias de julho. Em todos os municípios do Rio Grande do Sul foram pagos mais de R$ 77 bilhões, o que representa 5,67% do valor total pago no Brasil que, até o momento, alcançou mais de R$ 1,3 trilhão.

Na Capital Nacional do Vinho, janeiro foi o mês que apresentou maior arrecadação, tendo pouco mais de R$ 12,5 milhões retido em impostos. Abril foi o segundo mês com maior arrecadação atingindo R$ 10,4 milhões. Nos demais meses, a variação de impostos pagos ficou na casa dos R$ 9 milhões. Em 2018, o valor alcançado nesta terça-feira, 16, só foi alcançado em 2 de agosto.

Oito municípios da região somam juntas R$ 135 milhões

Os números referente aos municípios da região também foram apresentados pelo Impostômetro. Depois de Bento, Farroupilha foi a cidade da região que mais arrecadou, R$ 29,3 milhões, seguido de Garibaldi (R$ 16,4 milhões), Carlos Barbos (R$ 16 milhões), Monte Belo do Sul (R$ 1,4 milhão), Cotiporã (R$ 1 milhão), Santa Tereza (R$ 747 mil) e Pinto Bandeira (R$ 669 mil).

Brasileiros pagaram em impostos em todo país mais de R$ 1,3 trilhão desde o início do ano. O valor corresponde ao total pago para a União, estados e municípios na forma de impostos, taxas, multas e contribuições. O impostômetro foi criado em 2005 e busca estimar o valor que a população brasileira paga para a União, os estados e os municípios.

Sobre o autor

Ranieri Moriggi

Ranieri Moriggi

geral3@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário