Regional

Carlos Barbosa: Zona Azul volta a funcionar a partir de sexta, 6 de abril

Ranieri Moriggi
Escrito por Ranieri Moriggi

Novo sistema permitirá pagamento por cartão, aplicativo e dinheiro

O Estacionamento Rotativo – Zona Azul será cobrado a partir do dia 6 de abril, sendo que a operacionalização e gerenciamento do Sistema de Estacionamento Rotativo Controlado será feito pela empresa Zona Azul Brasil Serviços Administrativos Eireli – ME. Através deste novo sistema, haverá modernização e ampliação, com a abrangência do estacionamento para aproximadamente 600 vagas.
Assim, a partir da data, novos e modernos parquímetros possibilitarão a colocação da placa do veículo, desobrigando o motorista a voltar para o carro e deixar o ticket. Outra novidade é quanto ao pagamento, que além de ser efetuado em moedas, também poderá ser feito através de cartões de crédito ou débito. Além disso, a aquisição de vagas poderá ser realizada através de aplicativo para smartphones e haverá a venda de cartões recarregáveis em estabelecimentos barbosenses conveniados com a empresa. O valor do estacionamento a cada meia hora teve reajuste de R$0,05, visto que passará de R$0,75, cobrados até final do ano passado, para R$0,80. As vagas para idosos e portadores de necessidades especiais respeitarão as previsões legais contidas nas Lei Federal nº 10.741/2003 e Decreto nº 5.296/2004, respectivamente, que preveem 5% de vagas destinadas ao idoso e 2% para pessoas com deficiência, que terão permanência gratuita de uma hora.
Considerando o aumento considerável de motos e por acreditar que seja uma tendência, em virtude vários fatores, dentre os quais a economicidade, houve aumento no número de vagas destinadas a motocicletas, ciclomotores e afins. E, também estão sendo incrementadas vagas rápidas, visando oportunizar às pessoas que precisam de um mínimo de tempo para realizar alguma tarefa relacionada principalmente a banco e farmácias, o tempo de 15 minutos sem a necessidade do pagamento.
O Secretário Municipal de Segurança e Trânsito, Grandemelo Rodrigues dos Santos, destaca que o espaço das vagas foi demarcado horizontalmente, e frisa que os motoristas que estacionarem em duas delas pagarão pelo estacionamento de ambas. A partir deste novo contrato, Grandemelo salienta que a Prefeitura não terá mais despesas com o estacionamento rotativo e ainda receberá 10% do valor bruto arrecadado pela empresa. Deste valor, 15% será destinado para o Fundo Municipal Eu Projeto, a ser investido em educação e segurança, e o restante será destinado para melhorias no trânsito. Além disso, destaca que a Secretaria, a partir do início do funcionamento monitorará o mesmo, a fim de acompanhar o desenrolar do processo, bem como a percepção de falhas e posteriores correções.

Sobre o autor

Ranieri Moriggi

Ranieri Moriggi

geral3@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário