Geral

Caixa diz que nunca houve problema na Rua Coberta

Da Redação
Escrito por Da Redação

A declaração do secretário de Governo, Enio de Paris, de que o projeto original da Rua Coberta foi barrado e não estava de acordo com a tabela do Sinapi não procede de acordo com as informações da Superintendência da Caixa Federal, repassadas à Câmara de Vereadores. Em dezembro de 2011 foi captado o valor de R$ 1,2 milhões, sendo R$ 1,104 mi do Ministério de Turismo e R$ 96 mil de contrapartida da Prefeitura de Bento Gonçalves. No ano seguinte foi realizada uma Audiência Pública para apresentar o projeto e definir o local. Houve impasse por parte do comércio quanto a rua coberta ser no Centro, apesar de ter o apoio, na época, da Câmara de Dirigentes Lojistas.

O superintendente da Caixa Federal, Luis Carlos Vedovelli, explica que a decisão de desenvolver um novo projeto, com valor menor, e depois realizar mais um projeto de complementação, foi decisão da atual administração, mesmo avisada de que o prazo esgota no próximo 30 de junho e que não haverá prorrogação. Além do risco de ter que devolver, ao Ministério do Turismo, o valor excedente.

Sobre o autor

Da Redação

Da Redação

redacao@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário