Segurança

Brigada Militar apresenta dois mil novos soldados para policiamento ostensivo

Ranieri Moriggi
Escrito por Ranieri Moriggi

A Brigada Militar apresentou na segunda-feira, 12, os dois mil candidatos aprovados que serão incorporados à instituição para atuar no policiamento ostensivo. A formatura de ingresso dos futuros soldados ocorreu na Academia de Polícia Militar (APM) e marcou o início do Curso Básico de Formação de Policial Militar. A partir de agora eles passam por período de adaptação nas unidades iniciando as aulas no próximo dia 26. O evento contou com a presença do governador José Ivo Sartori, do secretário Cezar Schirmer e do comandante-geral da BM, coronel Mário Yukio Ikeda.

O curso tem um total de 1.600 horas, é dividido em ciclos e composto por disciplinas que vão desde ciências humanas às técnicas policiais, incluindo estágio. Será realizado em um dos 25 municípios polos: Guaíba, Passo Fundo, Carazinho, Erechim, Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Igrejinha, Novo Hamburgo, Lajeado, Montenegro, Esteio, Pelotas, Rio Grande, Osório, Porto Alegre, Cruz Alta, Palmeiras das Missões, Frederico Westphalen, Santa Rosa, Três Passos, Bagé, Santana do Livramento, Uruguaiana, Santo Ângelo e Rio Pardo.

Para o governador Sartori, a Segurança é o setor que mais recebeu investimento no seu governo. “Além disso, estamos reequipando a BM, modernizando a frota e melhorando as condições de trabalhos dos brigadianos”.

De acordo com o secretário Schirmer, o ato simboliza o esforço do atual governo na reestruturação da Segurança Pública. “Junto ao maior concurso dos últimos 30 anos investimos forte no reaparelhamento das instituições e na modernização da legislação, fazendo com que o setor avançasse muito e deixasse o Rio Grande do Sul alinhado com as práticas mais modernas de gestão”.

Segundo o coronel Ikeda, 2 mil novos soldados é um número expressivo que vai impactar diretamente na segurança pública do Rio Grande do Sul desde o início. “Eles irão para diferentes regiões do estado e nos primeiros meses de 2019 começam o estágio supervisionado. A partir de junho, já formados, serão distribuídos em diferentes municípios aumentando a capacidade de trabalho da Brigada Militar e trazendo mais segurança à população”, destacou Ikeda.

O subcomandante-geral da BM, coronel Eduardo Biacchi Rodrigues, lembrou que a Brigada Militar é uma instituição que tem a missão constitucional de criar a polícia ostensiva e a preservação da ordem pública, cumprindo suas funções de controle social e de proteção social. “A BM, com seus bravos soldados, garante a segurança pública do Rio Grande do Sul mesmo com o sacrifício da própria vida”.

Fonte: Ascom BM
Foto:

Sobre o autor

Ranieri Moriggi

Ranieri Moriggi

geral3@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário