Esportes

Brasileiro de Rugby: Farrapos reencontra Jacareí pela semifinal do Super 16

Lucas Delgado
Escrito por Lucas Delgado

Partida em Bento Gonçalves reúne dois dos quatro melhores times do Super 16; eles voltam a se enfrentar após 378 dias


No dia 24 de setembro de 2017, Farrapos Rugby Clube e Jacareí Rugby decidiram o Campeonato Brasileiro, na cidade de Blumenau/SC. Pouco mais de um ano depois da vitória por parte dos paulistas — e o consequente título inédito — os times voltam a se encontrar em jogo decisivo, mas agora pela semifinal do Super 16.

http://

O time de Bento Gonçalves chega para o confronto decisivo contra o rival paulista com a melhor campanha do torneio. Os 100% de aproveitamento foram obtidos após seis partidas na fase de grupos e dois pelas quartas de final — fase na qual eliminou o Charrua (Porto Alegre).

A partida marca o reencontro dos finalistas do Campeonato Brasileiro de 2017 (chamado, à época, de Super 8). Na ocasião, o Jacareí conquistou o título ao vencer o Farrapos nos últimos minutos de jogo por 18×15.

Jacareí levou a melhor no confronto da decisão do Super 8 em 2017 (Foto: Lucas Delgado)

Com diferenças de parte a parte (veja no quadro abaixo), Farrapos e Jacareí chegam para o confronto com estilo de atuação semelhantes, de acordo com os técnicos dos clubes. O comandante bento-gonçalvense, Javier Cardozo, destacou a agilidade do jogo com a bola nas mãos por parte dos adversários. “Temos noção da velocidade, vão tentar jogar com a bola na mão e ter posse. Não podemos deixar muitos espaços, mas vamos seguir jogando e ter iniciativa no jogo para nos sentirmos protagonistas”, avaliou.

Cardozo ainda elogia a sequência de trabalho que há no atual campeão nacional. “O Jacareí é um time muito bom e bastante técnico. Jogadores são formados na sua categoria de base, o que faz com que estejam juntos há muito tempo”, adiciona o argentino.

A avaliação por parte do Jacareí vai ao encontro do que é previsto pelos integrantes do Farrapos (ouça acima a manifestação completa de Gabó). De acordo com o técnico do clube paulista, Gabó Cenamo, a tendência é de forte equilíbrio. “Chegamos fortalecidos para essa semifinal. É um jogo totalmente sem favoritismo, está em aberto. São times que têm características parecidas, bom jogo de mão e muita velocidade”, sintetiza.

Domínio em casa

O Farrapos não perde atuando como mandante desde 2 de outubro de 2016, quando fora derrotado pelo Band Saracens. Desde então, a equipe só venceu em seus domínios em partidas válidas por dois Brasileiros e dois Gaúchos.

Chegado ao comando do Jacareí para esta temporada, Gabó também destaca o fator local como fator que o alviverde sabe utilizar a seu favor. “O Farrapos cresce muito quando joga na Montanha, porém vamos buscar colocar a pressão para o lado deles e não deixar que o fator casa influencie o nosso time”, planeja.

A bola oval voa para Farrapos Rugby Clube e Jacareí Rugby às 15h de sábado, 6 de outubro. O jogo é no Estádio da Montanha e tem entrada gratuita ao público. A outra semifinal do torneio ocorre simultaneamente, em Curitiba.

O que mudou em Farrapos e Jacareí desde a final de 2017

Javier Cardozo, técnico do Farrapos

Formamos o grupo desde 2016, quando assumi como treinador. O primeiro ano foi de reestruturação; em 2017 conseguimos afirmar o trabalho e agora temos mais maturidade nos compromissos e nos jogos. Acredito que o mais importante é que somos um time mais maduro e mais consciente das decisões que são tomadas dentro de campo.

Gabó comanda o Jacareí desde o início desta temporada

Eu assumi no lugar do Júlio Faria, que hoje é jogador do Jacareí. Mudaram muitas peças em relação à equipe do ano passado e, por isso, temos vários jogadores diferentes. Mas a base e o perfil de jogo foram mantidos, e acredito que os jogadores remanescentes daquela campanha estão mais maduros. Isso pode ser um diferencial.

Os outros semifinalistas

Além de Farrapos ou Jacareí, a final do Super 16 será formada pelo vencedor do confronto entre Curitiba Rugby Clube e a Poli Rugby (São Paulo). O confronto entre os dois times será realizado na capital paranaense, já que os curitibanos têm melhor campanha até o momento. O Curitiba saiu derrotado de campo apenas uma vez na temporada nacional. O tropeço foi na primeira partida das quartas de final, na qual fora derrotado pelo Desterro Rugby, em Florianópolis/SC. No jogo de volta venceu os catarinenses e garantiu a vaga à semifinal.

A Poli também foi derrotada na primeira parte das quartas, mas recuperou-se e deixou para trás o São José Rugby Clube. A equipe perdeu duas vezes em um total de oito duelos.


Fotos: Lucas Delgado.

Foto de Gabó: Ícaro Leal, Jacareí Rugby, Divulgação

Sobre o autor

Lucas Delgado

Lucas Delgado

esporte@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário