Esportes

BGF confirmado na Série Ouro estadual; técnico projeta temporada

Lucas Delgado
Escrito por Lucas Delgado

Equipe se filiou à competição organizada pela Federação Gaúcha e retorna à elite

Depois de muita especulação e indefinições acerca do futuro do futsal do Rio Grande do Sul, uma das duas competições que abrigarão as equipes gaúchas foi confirmada. O Bento Gonçalves Futsal (BGF) refaz a ligação com a Federação Gaúcha de Futebol de Salão (FGFS) e retorna à Série Ouro chancelada pela entidade. Outras 17 equipes participam do torneio que terá início em abril.

A definição sobre qual rumo seria escolhido pela equipe da Capital do Vinho foi tomada entre terça e quarta-feira, 26 e 27. Na primeira data, foi realizado o congresso técnico da FGFS, no qual foram definidos regulamento e participantes. No dia seguinte, o BGF encaminhou à Liga Gaúcha de Futsal (LGF) — a gestora da outra competição estadual — um ofício informando a desistência da competição.

Segundo o presidente do Bento Gonçalves Futsal, Alcindo Somensi, a opção pelo torneio da federação estadual não configura ruptura com a liga independente. “Não cortamos relações com a Liga Gaúcha, no momento que quisermos disputar alguma competição podemos. Apenas enviamos um documento afirmando que não participaríamos da LGF 2 neste ano”, explica.

A LGF 2 citada pelo presidente seria a segunda divisão estadual organizada pela Liga Gaúcha. Este cenário era possível já que o BGF havia sido rebaixado na temporada passada.

A Série Ouro

A opção pela Série Ouro anulou, de certa forma, o rebaixamento do ano anterior. Devido ao número limitado de times que optaram pela federação, haverá apenas uma divisão, da qual fará parte o BGF.

Este foi o principal argumento que pesou na escolha pela Série Ouro. Entretanto, os motivos não se esgotam aí. As transmissões dos jogos foram valorizadas. “Isso vai gerar mais exposição para a marca do clube e patrocinadores, coisa que a LGF 2 não ofereceria”, explica Somensi.

Voltar a disputar uma competição chancelada pela Federação Gaúcha de Futebol de Salão — e consequentemente pela Confederação Brasileira — também foi responsável por pesar na decisão. “A FGFS é a entidade máxima do esporte local e passa credibilidade por ser a organização oficial. Também por isso optamos por seguir para a Federação”, conclui o presidente da equipe.

A primeira rodada da Série Ouro está marcada para acontecer em 27 de abril. Entretanto, o Bento Gonçalves Futsal não deve entrar em quadra, já que uma equipe sempre estará de folga em virtude do número impar de participantes em cada grupo. Sendo assim, os bento-gonçalvenses devem estrear na Série Ouro no dia 4 de maio.

“Precisamos voltar a trabalhar diariamente”

Vaner Flores segue para mais uma temporada no comando do Bento Gonçalves Futsal. O JS conversou com o técnico que projeta uma temporada melhor para a equipe.

JS – Qual a tua opinião sobre a opção pela Série Ouro?
Vaner Flores – A decisão foi definida pela diretoria e eu concordei, já que não podemos abandonar o órgão maior do nosso esporte. Não poderíamos nos tornar uma equipe desfiliada da Federação Gaúcha de Futebol de Salão (FGFS).

JS – A maioria das equipes estavam nas divisões inferiores ou não são conhecidas. O que dá para analisar do torneio?
Vaner Flores – É uma competição nova, não conhecemos muito dela, à exceção de Parobé e Assoeva, que já jogavam com a gente nos últimos anos. Primeiro
vamos ter que coletar dados e trabalhar em cima disso.
(…) Precisamos respeitar porque as equipes são qualificadas e ainda tem as viagens longas.

JS – Quais as previsões da comissão técnica para o Bento Gonçalves Futsal na temporada 2019?
Vaner Flores – Espero poder formar um plantel bem melhor do que aqueles que tivemos nos últimos anos. Que eu possa ofertar um trabalho de qualidade para o grupo (…). Queremos poder fazer um bom ano para voltar a vencer, postular uma semifinal e assim por diante.

JS – O que é projetado para a reta final de preparação e a formação do elenco, agora que há a confirmação do torneio a ser disputado?
Vaner Flores – Temos um mês para trazer uns cinco jogadores de fora e alguns da região. O principal é voltar a trabalhar diariamente, só se consegue consolidar com trabalho e repetição para automatização. Então estamos informando a todos que acertam com o BGF que vão trabalhar diariamente comigo, que aí sim poderemos sonhar com alguma coisa.


Fotos:Ativa, Divilgação

Arquivo Lucas Delgado

Sobre o autor

Lucas Delgado

Lucas Delgado

esporte@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário