Assunta De Paris

Bento Gonçalves e sua história – 127 anos

O perfil do município de Bento Gonçalves em 1948, situado numa superfície de 468 Km quadrados, com uma população de 22.600 habitantes, era o seguinte: produção agrícola: uva, milho, trigo, batata, aveia, cevada, feijão, figo; produção industrial: acordeões, produtos de cortumes, sulfato de cobre, vinho, banha de suíno, fogos de artifícios, farinha de milho e trigo; pecuária: suínos, bovinos, muares, ovinos, equinos e caprinos. A área cultivada: 16.805 hectares. Propriedades rurais: 2.514.

Estabelecimentos comerciais: 170. Estabelecimentos industriais: 180.

Bento Gonçalves possuía uma das maiores áreas de cultivo de videiras do país, com uma produção anual de 25.900 toneladas de uva, industrializadas em cantinas do município, gerando cerca de 21.600 litros de vinho.

As estradas do município apresentavam 615 Km onde transitavam 1.112 veículos, 121 automóveis, 266 caminhões, 644 carroças, 45 motocicletas e bicicletas e 16 ônibus.

Conforme boletim estatístico do IBGE (Rio de Janeiro 1959, extraído da Enciclopédia dos Municípios). Em 1955, o município de Bento Gonçalves contava com 29.450 habitantes (0,62% da população total do Estado) numa área de 478 Km quadrados. A base da economia era a agricultura, especificamente a vitivinicultura. Em 1955, os principais produtos agrícolas eram 33.000 toneladas de uva; 11.400 toneladas de milho; 5.000 toneladas de trigo; 600 toneladas de batata doce.

A pecuária apresentava um desenvolvimento de acordo com as necessidades dos agricultores, assim distribuída: 23.700 suínos, 8.500 bovinos, 1.300 muares, 500 equinos e 300 caprinos.

Bento Gonçalves contava com 175 estabelecimentos industriais, com cinco estabelecimentos no setor metalúrgico, 9 mecânico, 5 de construção, 20 de madeira, 5 de mobiliário, 5 de couro, 4 no químico e farmacêutico, 5 no de calçados e vestuário, 21 no de produtos alimentícios e 35 no de bebidas.

No mesmo período existiam na sede: 64 armazéns, 4 ferragens, 12 casas de fazenda, 5 casas de armarinhos, 9 casas de móveis, 5 casas de rádios.

A cidade contava com quatro agências bancárias e uma Caixa Econômica Federal, cinco Hotéis (Hotel Bela Vista, Hotel América, Hotel Zanoni, Hotel Avenida, Hotel Primavera), duas livrarias, dois hospitais, um posto de saúde, uma biblioteca, 11 sociedades recreativas, 4 cinemas, uma Delegacia de Polícia, uma guarnição de Bembeiros e um aeroclube.

Nesta época iniciou-se a produção de acordeões em larga escala. Erma vendidos para o Chile, a Argentina, o México, a América do Norte. Foi o primeiro produto a ser exportado.

PARABÉNS PARA TODOS NÓS QUE MORAMOS NUM LUGAR DE PESSOAS DE VALORES E TRABALHO.

Sobre o autor

Assunta De Paris

Assunta De Paris

Historiadora e colunista do Jornal Semanário há 30 anos.
redacao@jornalsemanario.com.br
www.jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário