Segurança

11º caso de 2018: Polícia Civil conclui inquérito de homicídio no Municipal

Da Redação
Escrito por Da Redação

Crime ocorreu em março deste ano; indiciado encontra-se foragido

A Polícia Civil de Bento Gonçalves concluiu mais um inquérito relacionado aos crimes de homicídio ocorridos em Bento Gonçalves em 2018. Trata-se da morte de Airton Antônio Gotardo, ocorrida em 10 de março, no bairro Municipal. O indiciado já teve a prisão preventiva decretada e encontra-se foragido no momento.

A informação foi confirmada pelo delegado titular da 2ª Delegacia de Polícia de Bento Gonçalves, Alvaro Pacheco Becker, responsável pela investigação. De acordo com o delegado, o autor do crime foi identificado como Alan Prates, 23 anos. Ele possui antecedentes criminais por outros crimes. De acordo com o delegado, o autor era morador da mesma rua da vítima.

Ainda conforme Becker, o inquérito está concluído, e o indiciamento já foi feito. No entanto, ele encontra-se foragido da Justiça. Em relação ao caso, duas armas também foram apreendidas.

Entrevista Coletiva com o delegado Álvaro Becker, falando sobre a prisão dos suspeitos de assalto a um mercado na semana passada.

Publicado por Jornal Semanário em Segunda, 14 de maio de 2018

Bento soma, até o momento, 21 casos de homicídio ao longo de 2018. No entanto, a Capital do Vinho está há quase um mês sem um novo crime do tipo. O último foi registrado em 23 de abril, no bairro Ouro Verde. Em 2017, foram 34 casos de assassinatos em todo o ano.

Caso ocorreu em março: relembre

Airton Antônio Gotardo, 51 anos, foi morto no Municipal, na manhã de 10 de março. O crime ocorreu por volta das 6h, na rua Lajeadense.

O motivo do crime, conforme relatos à época, teria sido uma discussão. De acordo com as testemunhas, os dois envolvidos estavam em um bar quando a briga começou. O acusado teria levantado e disparado contra o rosto e o pescoço da vítima.

A vítima morreu no local. Na ocasião, foi o terceiro crime de homicídio ocorrido no bairro Municipal, que àquele momento contava com 11 casos de assassinatos. No mesmo dia, outra morte foi registrada no bairro Tancredo Neves.

Sobre o autor

Da Redação

Da Redação

redacao@jornalsemanario.com.br

Deixe um comentário